terça-feira, 21 de outubro de 2008

Só para começar...

Este é meu primeiro blog! E tem tudo a ver com o seu objetivo. Falar sobre o cotidiano de uma mulher que é mãe pela primeira vez. E por que será que as pessoas dizem "mães de primeira viagem"? Acredito que o motivo está relacionado a ser uma verdadeira viagem - sem volta - o fato de se tornar mãe. Não existe ex-mãe. Quando se é mãe, até em Curriculum Vitae você deve informar. Ser mãe é muito democrático, não existe restrição para casadas ou não-casadas. É possível ser mãe com 12 anos (ou menos) ou até 45 (ou mais)! Não tem distinção de classe social, raça ou credo. Até a orientação sexual pode ser indefinida, vide doação de espermas.
Mesmo assim, para quem pensa que engravidar é tão fácil, eu sou testemunha que não é. Sabe aquela máxima popular: “quando você parar de pensar no assunto, engravida”? Foi exatamente isso que aconteceu, já que toda a investigação laboratorial já havia sido realizada. Está certo que o cenário estava salpicado de detalhes como troca de emprego, diminuição de estresse e finalmente a famosa “desencanada” geral. Enfim, menstruação zero, teste de farmácia positivo, e chegou a hora de confirmar com um exame de sangue.
Certa vez uma amiga me disse que para obter o resultado do exame mais rapidamente era só ir a um P.S. e dizer que estaria com enjôo e tontura. Bingo! Eles fazem o famoso BetaHCG no mesmo instante, e o melhor, pago pelo convênio. Eu e minha escudeira-irmã seguimos as instruções e ao relatar à médica da triagem todos esses sintomas, adivinhe... “sintomas clássicos de labirintite”. Nããão. Era para a médica dizer que esses eram sintomas clássicos de gravidez! Bem, tive que interferir e dizer que eu não havia menstruado naquele mês. Ufa! Me enviaram para o exame de sangue.
No momento que o resultado chegou, percebi uma certa tensão no rosto da enfermeira. Ai ai. Primeira pergunta dela: “a Sra. queria que desse positivo ou negativo?”. O quê? E ela repetiu. Depois do espanto eu disse que queria muito que desse positivo. Aí sim, um largo sorriso e lágrimas nos olhos da enfermeira. Positivo!! Chorei abraçada com aquela mulher de branco, depois com outra, depois com outra. Até que levei o exame à médica, que também me abraçou e choramos juntas. Estranho? Nada disso. Depois da saga de abraços e lágrimas eu perguntei à portadora da boa-nova sobre o porquê de tanta tensão ao relatar o resultado e qual o motivo de tanta euforia com a minha resposta. A explicação é simples e triste. Segundo ela, é mais comum as mulheres saírem chorando de tristeza e revolta de um P.S. do que alegres e realizadas com o prenúncio de um bebê (!). Lamentável... (Assunto para futuro post).
Chegando ao carro da minha irmã mais choro e abraço, telefonema ao futuro papai e a todos os que tinham que ser avisados de tamanha graça divina.
ESTOU GRÁVIDA! Estou grávida. Grávida? Putz, grávida!! E agora?
Bem, acho que esse é um assunto para o próximo post.
Ah, lembra daquele primeiro assunto de ser mãe como uma viagem sem volta, acho que esse próximo post também tem a ver com isso.

Beijos... e até lá...

16 comentários:

DRI disse...

Amiga,
Linda e querida do meu coração, em primeiro lugar parabéns pelo blog está lindooooooo...
Bom, compartilhei de toda a ansiedade e espera por essa gravidez e me sinto muito feliz por ter sido uma das pessoas a ter recebido a esse telefonema, fiquei tão feliz que era hora do almoço e as pessoas pediram por favor para eu parar de falar kkkk ( oque não é muito difícil).
Acompanhei a gravidez e estou acomopanhando o crescimento dessa sobrinha postiça e tão linda que é a Luiza.
Amo vcs...
beijos

Cintia Maria disse...

Oi prima querida!!!
Adorei a novidade!!!
Como já é meu hábito abro meus e-mails todos os dias esperando ver mais uma foto graciosa da Luíza descobrindo o mundo... Hoje recebi algumas delas e o endereço do blog.
Sua filha é linda, amada, encantadora, meiga(como vc)e com certeza muito foi esperada por todos.
Também recebi um deses telefonemas que você citou e foi muito dificil conter as minhas lagrimas....
Adorei o relato de suas vivências e acho que essa atitude pode ajudar muitas mulheres.
PARABÉNS!!!!
Amo você e a sua familia
Beijos
Cintia Maria

Camilla disse...

Oi Ana,
Amei o blog!! Certeza que estarei por aqui sempre, já está nos meus favoritos!
beijos grandes!!
Camilla

Caru disse...

Obaaaaaaaaaaaa!!! Bem vida ao universo paralelo dos blogs!!
Já adorei o primeiro post. Não conhecia a história com esses detalhes e gostei muito da forma como escreve.
Já tens uma seguidora fiel!

beijos pra mãe e pra Luíza.

*Raquel* disse...

Oi Ana, querida!
Amei o seu blog...fiquei até emocionada ao ler o seu post.
Não estou tão perto, mas pode ter certeza que acompanho de longe o crescimento da Luiza. Vejo todas as fotos e emails que vc envia.
Ela está cada dia mais linda e mais encantadora.
Mas ainda vou combinar com a Dri para conhecê-la.
Te adoro mto e torço mto por vocês!
Saudades!!!
Beijos!!!!!!

Anônimo disse...

Oi minha "daminha preferida"...!
Meu Deus...! "estamos ficando velhos"...! (eu e o Chazan)!!! rsrs
Sabia q dia 09/12 estaremos completando 30 anos de casados...??
E vc foi a nossa daminha...!!!

Bem, quero te agradecer prima, por nos manter atualizados mandando sempre fotos da Luíza... Vc nem imagina a nossa expectativa qd chega seus e-mails! Ela está cada vez mais linda!

Parabéns tb pelo Blog, achei incrível tua iniciativa! (Pena q na minha época eles n existiam, tinha q ser mesmo as pesquisas no livrão do Dr. Rinaldo Delamare! Na época, era a minha Bíblia, ou livro de cabeceira, (até hj penso: Que bom q o meu cunhado Marcos Chazan me deu esse livro), pq ele ajudou e MUUUITOOO na época, tanto q já o emprestei p/ mts mães de 1ª viagem!
Bem, já passei o link do teu Blog p/ algumas mães de 1ª viagem ok?

Todos aqui agradecem as fotos da Luíza e mandam PARABÉNS pelo Blog ok?

Deise e Mauro Chazan

Bjuxxx!

marcia disse...

Querida Paula,
Acompanho de perto via a avó o preparo a chegada e a constante mudança da lindinha Luiza. Seu Blog está muito bonito. Mandou muito bem!!!!. Vou acessar sempre!Vou passar para algumas futuras e recentes mamães que estão à minha volta. Bj nos 3( afinal o papai tb merece) e parabéns por esta iniciativa. Vc ja sabe que o mini sari será presente meu!!! Carnaval de 2009 garantido.
Bj
Márcia

André disse...

Olha, não sei se é a proximidade, seu talento como escritora, ou simplesmente puxação de saco do seu primo preferido, mas gostei bastante e quero ler mais!!! ahaha

bjs, andré

Débora disse...

parabéns pelo Blog e principalmente pela linda princesa q acompanho pelas fotos...Não imaginava o quanto tinha sido difícil receber essa fofura e que ótimo q vc ganhou esse presente...
Tenho a Isabella de 12 anos e o Felipe de 9 meses...então é como se eu fosse mãe de primeira viagem de novo...
Vms trocar idéias sim, de como lidar com essas ferinhas...temperamentias e lindos...
Achei bacana a idéia de publicar um futuro post sobre - mães q não recebm bem a notícia da gravidez...Eu não recebi bem nenhuma das duas e nem por isso amo menos, ou deixo de cuidar dos meus pimpolhos...são situações diferentes em momentos diferentes...O legal é mantermos a cabeça aberta...Afinal, não deixamos de ser mulheres ao nos tornarmos mães...
Parabéns novamente e espero novidades!

Bjusss
Débora Westphal Mammana

Dani Brito disse...

Ana,
Parabéns pelo blog. Está lindo!!!

O mais legal de ler seus texto é que dá para imaginar exatamente como vc falou. As expressões: o que? eu? grávida? Ufa! descrevem perfeitamente o seu jeito.

Acho o máximo todas as vezes que manda as novidades da Luíza para o celular da Guria...hoje mesmo foi a primeira "bolinha"..hehehe

Bjs e vou acompanhar sempre.(O blog e o celular da Guria...rs)

Anônimo disse...

Bom, querida, sem palavras.
Eu disse que iria adorar ver um blog seu e ainda mais sendo de um assunto tão nobre. Aliás! Isso rende poesia para o Asas Novas...rs
bjs, maninha do coração,
Lu

Anônimo disse...

Parabéns! Primeiramente pela benção de ter um filho e segundo por querer dividir suas experiências com os demais.
Não sou mãe de útero, mas mãe de coração e estou adorando essa experiência também.
Não sabemos como fazer muitas vezes, mas a sábia de que todas mulheres tem a maternidade no sangue é válida.
beijinhos
Celina - Portugal

Educando com Carol disse...

kremos mais um post !!!

Anônimo disse...

Oie!!!
AMEI seu primeiro post!!!
ate me inspirou.. Parabens!
Em breve quero fazer parte desse mundo sem volta... e, com certeza, seu blog ja esta nos meus favoritos..
Um beijo grande com saudade, eterna chefinha!!! rs
Nara

Anônimo disse...

ADOREI SEU BLOG DEMOREI PRA ACHAR MAS É TÃO EMOCIONANTE VER SUA EX-PRIMINHA SENDO MÃE,ISTO É MUITO LEGAL. eSTAMOS AÍ PRA TUDO O QUE PRECISAR. bEIJOS, BEIJOS E BEIJOS.
ANA MARIA

Erika Christina disse...

Oi Paula
Fiquei sabendo de seu Blog pela Taís e eu e o Má lemos sua trajetória juntos...ficamos emocionados, afinal foram momentos semelhantes que passamos recentemente. Ser mãe é algo inexplicávelmente mágico, um título que ninguém mais irá tirar afinal um ser pequeno que te olha e te venera sem qualquer cobrança!!!!
Sua filha está linda...Parabéns aos papais e em especial a você.
Esterei sempre aqui para compartilhar essas sensações.

Beijos no coração Erika e Marcelo.